sábado, 14 de julho de 2018

Hidrolandense realiza mais um de seus sonhos e fabrica minitrator

Antônio Mauro Alves Gomes, proprietário da loja e oficina Mauro Som foi o idealizador de um minitrator que já se encontra em perfeito funcionamento aqui em Hidrolândia, mais especificamente no Riacho do Chá, zona rural do nosso município.
Mauro não apenas estudou e elaborou o projeto, mas também colocou a mão na massa, ou melhor, a mão nos ferros, juntamente com seu compadre Francisco Ribeiro, construtor de móveis aqui na cidade, e seu cunhado, Geriardo Gomes, habilidoso soldador local.
Residindo na zona rural durante a infância e juventude, desde pequeno Mauro Som começou de forma autodidata consertando aparelhos eletrônicos. "Será que ele não vai colocar a perder o rádio dos outros?". Preocupação hoje reconhecidamente excessiva por parte de sua mãe.
Quando antes não tinha energia elétrica no Riacho do Chá, o jovem inventor adaptou uma máquina que, ao mesmo tempo que cortava forragem, movia gerador que produzia energia para motor-bomba e também carregava bateria para dar suporte as lâmpadas noturnas da fazenda.
Foi com este espírito criador, que Mauro afirma agora ter realizado mais um de seus sonhos - construir este veículo minitrator.
Conta que nos momentos de elaboração do projeto tentou conversar pelo whatsapp com um já conhecido fabricante mineiro deste tipo, que logo o bloqueou, ao perceber pelo teor das perguntas que não se tratava de um simples comprador querendo detalhes de algumas engrenagens da máquina. 
Para fazer sair do papel e sobretudo da cabeça, ele adquiriu um Chevette velho, que dele retirou principalmente o diferencial e a caixa de marcha. O motor foi comprado novinho, sendo um estacionário diesel de 13 HP. Parte das peças e acessórios foram negociadas pela internet, causando certa demora e espectativa na finalização do projeto, que durou um pouco mais de dois meses para a sua conclusão.
Cantoneiras e outros metais foram moldados e soldados, dando aos poucos a aparência e a praticidade desejada. Uma caçamba acoplável também foi toda construída. Neste invento, a parte mais difícil de ser feita, segundo o criativo inventor, foi a da direção, que exigiu muitos estudos e algumas tentativas frustadas.
Avalia-se que o minitrator desenvolva uma velocidade de cerca de 
30 km por hora e percorra entre 25 a 30 km com um litro de óleo. Estes números são preliminares, exigindo ainda testes mais sistemáticos.
Toda a confecção, peças e mão de obra custou cerca de 7 mil reais, sem incluir as horas de estudo e mesmo de trabalho do próprio inventor. O certo é que este valor é menos que um quarto do custo que o construtor mineiro, antes mencionado, cobra por um minitrator parecido.
Para além de um minitrator construído com todo capricho e que vem chamando atenção de muitos, Mauro Som mostra com a realização deste projeto o quanto é um profissional competente e que segue em busca de seus ideais.

Texto: Henrique Cezar Martins Gomes

1 comentários:

 
Copyright © . Hidrolândia 24 Horas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger