quinta-feira, 6 de abril de 2017

Temer autoriza relator a alterar reforma, mas exige idade mínima de 65

O presidente Michel Temer (PMDB) disse nesta quinta-feira, 6, ter autorizado o relator da reforma da Previdência, deputado Artur Maia (PSB-BA), a alterar o texto da proposta. O presidente destacou, no entanto, que não aceitará mudanças na idade mínima de aposentadoria de 65 anos para homens e mulheres.
"A gente governa conversando. Eu tenho conversado com vários parlamentares, eles têm feito várias ponderações – principalmente sobre a aposentadoria dos trabalhadores rurais e dos deficientes. Hoje de manhã eu autorizei o relator a fazer as adequações necessárias ao projeto, desde que se mantenha idade mínima", disse.
Segundo o presidente, a autorização foi feita em reunião com o relator e ministros no Palácio do Planalto. Atualmente em tramitação na Câmara, a reforma da Previdência tem sido alvo de críticas incluindo de aliados do governo. Na análise de deputados, proposta hoje em análise dificilmente conseguiria os 308 votos necessários para aprovação.
Artur Maia, por sua vez, tem dito que entregará relatório da PEC até a próxima quarta-feira, 12. Apesar de admitir o caráter “espinhoso” da proposta, Temer disse não acreditar em abandono por parte dos parlamentares. Ele destacou que, até agora, o governo sempre tem tido “apoio fechado” no Congresso.

Bancada do Ceará

Entre cearenses, ponto mais crítico da proposta do governo tem sido a inclusão de trabalhadores rurais nas novas regras. Em entrevista ao O POVO, o governador Camilo Santana (PT) disse que a tese é uma “incoerência” e que espera uma “rejeição unânime” da medida. Tanto membros da base quanto da oposição se mostraram contrários ao ponto.

Fonte: O POVO Online

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . Hidrolândia 24 Horas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger