quarta-feira, 19 de abril de 2017

Seis homens são presos suspeitos de envolvimento em ataques a ônibus no Ceará

Seis homens foram detidos, suspeitos de estarem envolvidos nos ataques a ônibus e carros que ocorreram em Fortaleza e Região Metropolitana. As informações foram divulgadas pelo secretário de Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, em coletiva de imprensa realizada na noite desta quarta-feira (19).
Ao todo, 16 ônibus sofreram ataques e foram incendiados. Por conta disso, as empresas de ônibus resolveram paralisar durante a tarde desta quarta. O serviço já se normalizou com uma ação conjunta dos órgãos do Sistema de Segurança do Estado, Guarda Municipal de Fortaleza, Etufor, Sindiônibus e Sindivans.
A SSPDS informa ainda que a cúpula do Sistema de Segurança esteve reunida com representantes da Etufor, Sindiônibus, Sindvans, Secretaria de Segurança do Município e Guarda Municipal, para tratar das ações que estão sendo desenvolvidas, no sentido de conter as ações criminosas, bem como identificar e prender os envolvidos.
As investigações estão sendo realizadas pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) da Polícia Civil do Estado do Ceará.
Um dos homens presos é Fábio Tomé de Souza, de 18 anos. Ele foi detido pelo Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), na manhã desta quarta-feira, no bairro José Walter.
O suspeito foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo, ameaça e organização criminosa. Fábio Tomé já responde por tráfico de drogas, roubo e porte ilegal de arma de fogo.
Já no início da tarde, um segundo suspeito foi ouvido, foi feito Boletim de Ocorrência, em seguida foi liberado. Um terceiro homem deu entrada em uma unidade de saúde apresentando queimaduras e está sob custódia policial. A companheira dele foi conduzida a uma unidade da Polícia Civil para ser ouvida.
Um quarto homem foi preso por uma equipe do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) da PM, no bairro Edson Queiroz, e foi também foi conduzido para a Draco. Mais dois suspeitos, totalizando seis até o momento, foram detidos na cidade de Horizonte, no início da noite. Outros envolvidos já foram identificados.
De acordo com o presidente do Conselho Penitenciário do Estado do Ceará (Copen-CE), Cláudio Justa, os ônibus incendiados na capital cearense podem ser um suposto anúncio de declaração de guerra entre as facções criminosas.
Em um dos ataques a ônibus, um motorista foi atingido pelas chamas. O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Ceará informou que o motorista foi atingido no braço, nas costas e no cabelo. Ele foi encaminhado ao Instituto Dr. José Frota (IJF).
Em nota enviada, o Sindiônibus repudia veementemente a prática criminosa. “Os trabalhadores do transporte e empresários do setor estão aterrorizados diante de tanta violência e da real e verdadeira ameaça à integridade física e à própria vida dos trabalhadores e dos usuários do transporte coletivo”.

Fonte: Tribuna do Ceará

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . Hidrolândia 24 Horas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger