domingo, 5 de fevereiro de 2017

Vistoria apreende plantação de maconha na Cadeia Pública de Tianguá

A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado confirmou a apreensão de quatro celulares, carregadores e uma pequena plantação de maconha em uma das celas da Cadeia Pública de Tianguá. Segundo o agente Alves, a vistoria aconteceu por volta das 07h30min deste domingo (05), após tumulto ocasionado por um dos presidiários.
A maconha estava camuflada entre outras plantas dentro da cela. Segundo o agente, os responsáveis pela plantação não foram identificados. "Foi um prejuízo para o crime, mas dentro de uma ocorrências dessas não temos uma forma de identificar os culpados", diz.
A equipe de plantão chamou reforços para que fosse possível fazer a vistoria, que contou com o agente Alves, o sargento Leonildo, o subtenente Iran, os sargentos Quirino e Flavione, o cabo Wanderlan e o soldado Costa. 
A Cadeia Pública de Tianguá tem seis celas que abrigam cerca de 100 detentos. Segundo o agente Alves, são apenas três policiais militares e um agente por plantão, o que impossibilita que haja uma rotina de vistoria dentro das celas. 
"Não temos um plano de revista. Não tem como fazer revista de um presídio desses com 100 presos com apenas três homens. Não temos armas menos letais, então trabalhamos com munição real. Diante do meu conhecimento, não vale a pena você arriscar dar um tiro de munição letal por consequência de processos judiciais. Falta tudo, falta equipamento adequado, profissionais efetivos", afirma o agente Alves.

Fonte: Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © . Hidrolândia 24 Horas - Posts · Comments
Theme Template by BTDesigner · Powered by Blogger